segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Rap de Hugo Chavez a passar por Estarreja


Embora Estarreja rime melhor, a verdade, é que onde as pessoas se podem efectivamente queixar do cheiro é em Cacia e não em Estarreja, um erro singelo para a maioria dos telespectadores, mas que denota a falta de rigor da piada musical do quarteto de “engraçadinhos” que eu tanto aprecio.

3 comentários:

MFerrer disse...

ÚLTIMA HORA

Com os olhos esbugalhados pelo seu próprio desespero, Mário Nogueira veio aos gulosos tele-jornais dar conta de um baixar da guarda por parte do MEducação.

Veio contar que tinha desmarcado as greves regionais visto que o ME teria entregue os pontos e aceitado colocar sobre a mesa de negociações tudo e mais alguma cloisa.

Mário Nogueira foi longe demais e declarou expressamente que o Ministério teria mesmo aceite discutir com a Plataforma, o Estatuto da Carreira Docente a par de, pelos vistos, poder até suspender a Avaliação dos professores.

Nada mais falso!

Estou em condições de avançar que o ME acaba de fazer sair um comunicado esclarecedor.


COMUNICADO DO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
21:00h, 5 de Dezembro de 2008

1 – Chegou hoje ao fim o processo de negociação das medidas tomadas pelo Governo no dia 20 de Novembro para facilitar a avaliação do desempenho dos professores.
2 – Os sindicatos, neste processo, não apresentaram qualquer alternativa ou pedido de negociação suplementar, pelo que o ME dá por concluídas as negociações, prosseguindo a aprovação dos respectivos instrumentos legais.
3 – O ME, mantendo a abertura de sempre, respondeu positivamente à vontade dos sindicatos, expressa publicamente, de realização de uma reunião sem pré-condições, isto é, sem exigência de suspensão da avaliação até aqui colocada pelos sindicatos. Foi por isso agendada uma reunião para o dia 15 de Dezembro, com agenda aberta.
4 – Os sindicatos foram informados que o ME não suspenderá a avaliação de desempenho que prossegue em todas as escolas nos termos em que tem vindo a ser desenvolvida.

A falta de vergonha e o oportunismo não têm limites!
Mas em que mãos se foram meter estes professores...

Pedro Neves disse...

Não é verdade. Sou de Aveiro, mas trabalho em Cacia há 19 anos. O cheiro raramente se sente em Cacia. Essa é uma ideia errada. O cheiro é proveniente de Cacia (obviamente) mas só passando a ponte, já em Angeja é que começamos a sentir o cheiro. As pessoas de Angeja, essas sim, é que as pagam.
Se queremos rigor nas coisas...

Bruna Helena disse...

Boa noite, na verdade estou comentando pois vi em um outro blog que vc estudou na universidade de aveiro. Gostaria de tirar umas duvidas com vc quanto a destino, faculdade e custo de vida.
se puder escrever, meu email é bhpsoares@gmail.com
obrigada, beijos

Visitante Nº

AnunciossexoproductosClasificados Gratisvideos